Livros para ler antes de partir

Passe o tempo que passar, a literatura sempre estará em voga em função do seu forte potencial transformador para o imaginário humano. O hábito de ler é fundamental para o desenvolvimento da nossa personalidade, socialização, agilidade de pensamento, expansão de vocabulário, enriquecimento de saberes e conhecimento de mundo.

Quando falamos de livros e literaturas em geral, inúmeros títulos emergem da cabeça das pessoas, dependendo, obviamente, das referências de leituras que elas possuam. De fato, do clássico ao popular, as possibilidades são inúmeras e estão aí para todos os gostos.

Existem inúmeros clássicos literários que geralmente são recomendados por professores ou demais especialistas na área, quando o assunto são livros essenciais para um leitor. Mas, ocorre que nem sempre estes clássicos da literatura são realmente importantes para todos os sujeitos. Dependendo da demanda do leitor, outros tipos de livros poderão fazer mais sentido para as suas vidas e realizá-los ainda mais como leitores.

Pensando nisso, elaboramos uma pequena lista com 6 livros essenciais para a vida, livros que consideramos marcantes o suficiente para serem apreciados por qualquer perfil de leitor. São textos conceituados e que com certeza lhe transformará de forma positiva enquanto leitor e ser humano. Obras que ninguém deveria morrer sem antes ter a oportunidade de apreciá-las. Confira!

Confira a lista dos 6 livros

  • O diário de Anne Frank

Esse livro traz uma recopilação dos cadernos escritos pela menina judia Anne Frank durante a Segunda Guerra Mundial e o domínio da Alemanha Nazista, que inclusive acarretou na morte de milhares de judeus em campos de concentração através do Holocausto. Dentre os milhares de judeus mortos neste período, estava a menina Anne Frank.

Você deve estar se perguntando o porquê deste livro estar na nossa lista. A justificativa é que o mesmo traz relatos subjetivos de uma menina judia na época da guerra, traz consigo mensagens que nos provocam a refletir sobre os direitos humanos e a que ponto a humanidade pode chegar em prol de poder e dominação.

É a guerra através dos olhos de uma criança e serve para que a humanidade reflita, além de ser também um apelo para que não volte a cometer atrocidades tamanhas.

Link para comprar: www.saraiva.com/o-diario-de-anne.

  • O Pequeno Príncipe

O pequeno PrincípeEsse livro de Antoine Saint-Exúpery em um primeiro momento parece tratar de uma narrativa infantil, e na verdade grande parte das pessoas acredita que o é, em função das ilustrações e a forma como a narrativa é estruturada. Mas, quando adentramos nessa história, percebemos que é um livro que nos faz refletir sobre a vida e sobre as coisas que realmente importam para o homem.

É um clássico que todo adulto deveria ler para si mesmo e posteriormente para uma criança. As perspectivas vão mudando de faixa etária para faixa etária, mas nem por isso deixa de provocar-nos a uma mudança de ideias e paradigmas.

Cada metáfora transcende para além das aparências e independente de sua idade, este livro pode formar parte de uma epifania pessoal com base nas suas experiências pessoais de vida e enquanto leitor.

Site para venda: www.amazon.com/o-pequeno-principe.

  • Cem anos de solidão

Esse livro foi escrito por Gabriel Garcia Marques, escritor colombiano, e é uma obra ímpar que foi premiada com o Nobel da literatura.

Nossa relíquia na América Latina, é um clássico que todo latino-americano deveria ler antes de morrer, pois não é só de literatura grega, estadunidense, britânica, etc… que se vive. Não é mesmo?

 

Caso queira adquirir : www.saraiva.com.br/cem-anos-de-solidao.

  • O apanhador no campo de centeio

Esse livro escrito por Jerome David Salinger está em nossa lista, pois o autor consegue tocar nas emoções dos leitores de uma forma surpreendente.

Essa obra é uma excelente dica para aqueles leitores que querem conhecer a essência da adolescência, pois o autor consegue manter o seu personagem e sua personalidade para além dos anos que se passaram e gerações posteriores desde a sua publicação.

Site para venda: www.amazon.com/o-apanhador-no-campo-de-centeio.

  • A metamorfose de Franz Kafka

Esse livro retrata a metamorfose ocorrida em seu personagem principal, que de um dia para o outro, acorda transformado em um inseto gigante. Está entre as obras mais elogiadas da literatura e um dos maiores títulos do século 20.

Apesar de ser um livro que trabalha com o universo fantástico, essa narrativa provoca o leitor a refletir a partir da metáfora do homem inseto, acerca das mudanças e escolhas que podem ser irreversíveis em nossas vidas, tanto de forma positiva quanto negativa.

Link para comprar: www.amazon.com/a-metamorfose.

  • Grande Sertão Veredas de Guimarães Rosa

Clássico da literatura brasileira, este livro não pode faltar na cabeceira de um leitor brasileiro. Trata-se de um narrativa que se passa no sertão brasileiro, com todos os detalhes de como é a vida nesse espaço e dramas reais dos nordestinos.

É uma obra que dificulta um pouco a vida do leitor, pois é extensa e com uma linguagem particular repleta de marcas da oralidade. Esse é um tipo de livro para quem sabe ler e uma boa provocação para quem está iniciando neste universo literário.

Link para compra: www.saraiva.com/grande-sertao-veredas.

 

 

 

 

Revolução Francesa – Resumo Geral

A Revolução Francesa, ou também conhecida por alguns historiadores como a Revolução de 1789, foi um movimento revolucionário que sacudiu a França entre os anos de 1787 a 1799 e que alcançou o seu primeiro clímax em 1789. Foi a partir desta data que surge o outro termo que a denominou também como a “Revolução de 1789”,  pois foi nesta data que temos marado o fim do antigo regime da França,  e que serve também para distinguir este evento dos que surgiram posteriormente na França.

Essa revolução representa o final de uma época histórica e o início da idade contemporânea, e demarca uma linha divisória entre o Antigo Regime  e as mudanças sociais advindas da Revolução Francesa. Foi mediante esta revolução que vimos difundido pelo mundo todo, os ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, assim como a importância da soberania popular e dos direitos humanos.

Neste artigo, você terá contato com um resumo da Revolução e entenderá melhor sobre como aconteceu esta revolução, qual a razão de sua adesão por diversos segmentos sociais, como a mesma terminou e quais foram as consequências e resultados pós-revolução Francesa, principalmente no que tange a mudança do ideário social vigente na época, direitos que foram adquiridos pelos cidadãos franceses e quais as contribuições deste período para o pensamento moderno atual.

Por que aconteceu a revolução?

A Revolução Francesa surge em meio a uma situação financeira desastrosa na França de meados de 1789. Segundo alguns historiadores, a França era um país rico em um estado de extrema pobreza, uma vez que contava com um rei debilitado moralmente (Luís XVI) e uma dívida externa gigantesca, o que demonstrava que uma revolução estouraria a qualquer momento, e foi o que aconteceu.

As causas desta revolução, foram, portanto, as seguintes:

  • Absolutismo monárquico, que se caracterizou pelo limitado poder de seu rei soberano, cuja autoridade estava sob nenhum tipo de controle.
  • Forte desigualdade política e econômica.
  • Falta de liberdade e direitos.

Neste sentido, essa revolução aconteceu devido a um descontentamento geral contra o antigo regime presente na França, que estava marcado fortemente por injustiças, desigualdades e privilégios.

Como vimos, a Revolução Francesa durou em torno de 10 anos e terminou justo quando estávamos por iniciar um novo século. A crescente insatisfação com a forma como o rei Luis XVI lidava com as demandas sociais e as profundas diferenças entre as classes sociais, levou milhares de pessoas a buscarem uma forma de rebelarem-se e buscarem uma maneira de ganharem liberdade e independência, tanto para suas vidas diárias e em sociedade, quanto a liberdade de pensamentos e ideais.

Como foi o fim disso tudo?

Depois de muitos anos de luta e reinvindicações sociais, em agosto de 1798, a Assembleia Constituinte cancelou todos os direitos feudais existentes na França e promulgou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Este documento é considerado de suma importância para o período, visto que traz consigo avanços sociais, garantia de direitos iguais aos cidadãos, além de maior participação política para o povo.

O fim da Revolução Francesa se deu, portanto, quando a monarquia absolutista foi abolida, determinando o fim dos privilégios da aristocracia e do clero. A servidão, os diretos feudais e os dízimos foram abolidos. As propriedades foram distribuídas de modo equitativo no pagamento de impostos. Graças a este tipo de redistribuição de riquezas, a França tornou-se o país europeu com maior proporção de pequenos proprietários independentes.

Em 1799, Napoleão Bonaparte instaura um golpe de estado na França determinando a criação de um Consulado, tendo a si mesmo como o primeiro cônsul, junto com mais dois integrantes. No ano de 1802, Napoleão se declara como cônsul vitalício, para dois anos depois, declarar-se imperador dos franceses, título que ostentou até 1815.

O governo de Napoleão teve um caráter personalista e autoritário, porém muitas leis em benefício do povo foram criadas e a França passou por um período de modernização.

Napoleão Bonaparte expandiu seu império pelo Europa com suas campanhas bélicas, porém sua campanha rumo a Rússia no ano de 1812, marca de vez o fim da revolução francesa através da derrota de Napoleão na batalha de Waterloo.

O que aconteceu pós-revolução

A mudança mais expressiva que ocorreu após a evolução foi a interrupção das classes sociais, uma vez que antes da revolução existiam três classes: igreja, nobres e plebeus.

Após Napoleão assumir o poder da França em 1799, o mesmo pôs em prática muitas leis específicas, dentre elas a emancipação dos judeus do gueto, introdução dos sistema métrico padronizado e concentração de investimentos em ampliação de um sistema educacional artístico para a sociedade.

Napoleão também é considerado por muitos historiadores como o responsável por trazer a ideia de capitalismo para a França, com a finalidade de estimular o crescimento pessoal e econômico do país. Mesmo após sua queda, este ideia permaneceu na França e modificou o pensamento moderno de forma expressiva.

Saiba qual a função do INEP

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) configura-se enquanto autarquia federal, ou seja, pessoa jurídica criada a partir da Lei nº. 9.448, de 14 de maio de 1997.

Porém, não foi sempre essa denominação. Esse instituto começa a sua história inicialmente em 1937 com o nome de Instituto Nacional de Pedagogia, mudando um ano depois para Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. Já a denominação de Inep, surge a partir do reconhecimento nacional e internacional deste instituto, em função do modelo adotado por Anísio Teixeira.

O Inep segue em atividade até os dias de hoje, devido a sua importância e aplicabilidade em estudos, pesquisas e avaliações sobre o nosso sistema educacional. Além disso, o Inep também tem como uma de suas missões subsidiar a formulação de políticas educacionais dos diferentes níveis de governo, contribuindo com o desenvolvimento social e econômico do nosso país.

No artigo de hoje você terá contato com maiores informações sobre o Inep e sua relação com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Confira!

O que é o Inep?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) é uma entidade pública federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), cujo encargo está em contribuir para a melhora na qualidade da educação do país, mediante informações coletadas e seleções como a do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Alguns dos procedimentos realizados pelo Inep para coleta de dados e formulação de estatísticas educacionais são:

  • Censo Escolar e Superior: Todos os anos o Inep realiza um levantamentos de dados e informações sobre a educação nos níveis fundamental, médio e superior.
  • Sistema de Avaliação da Educação Superior (SINAES): Através deste projeto, o Inep avalia os cursos das universidade de curso superior de todo o país, para que os diplomas destas instituições tenham validade. Logo, é necessário que as universidades cumpram com uma série de critérios avaliativos estabelecidos pelo MEC e aplicados pelo SINAES.
  • Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade): Outra avaliação do Inep é o Enade, exame que ocorre todos os anos e objetiva avaliar o desempenho de estudantes universitários em todos os cursos de nível superior.
  • Exame Nacional para certificação de competências (Encceja): destinado para jovens e adultos, este projeto serve para que o Inep avalie as competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o Ensino Médio.
  • Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb): este projeto realiza pesquisas a cada dois anos, afim de diagnosticar o nível de alfabetização dos estudantes do segundo ano do ensino fundamental das escolas públicas.
  • Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): Prova que ocorre todos os anos no Brasil e que serve para avaliar as habilidades e conhecimentos dos estudantes brasileiros e também é uma avaliação que possibilita o ingresso nas universidades de todo o país.

Qual a relação entre o Enem e o Inep

Como vimos no item anterior, o Enem está entre os principais projetos mantidos pelo Inep. Neste sentido, o Inep é quem organiza e aplica a prova do Enem. Esta prova que surge com o objetivo de avaliar a qualidade do ensino médio em nosso país e acabou tornando-se o maior vestibular do Brasil.

O Inep possui um espaço físico integrado e seguro para elaboração das provas do Enem. Inclusive, existem inúmeros profissionais trabalhando atentamente questão por questão, para melhorar o desempenho e resultado da prova.

Enem

O Enem é atualmente uma das melhores alternativas para ingresso nas universidades do país, uma vez que grande parte delas exigem, justamente que o estudante tenha obtido uma boa nota de corte nesta avaliação coordenada pelo Inep.

Através da nota obtida no Enem, os estudantes podem acessar a bolsas de estudos disponibilizadas pelos projetos governamentais, tais como o Sisu, Prouni, Fies e inclusive programas internos de universidades particulares.

Geralmente as pessoas que realizam a prova do Enem são alunos que terminam o ensino médio, mas a prova é aberta a todos os públicos e idades. Inclusive é possível fazer a prova do Enem para validá-la como conclusão do Ensino Médio.

O conteúdo do Enem é sempre o mesmo e segue a matriz de referência do Inep. As áreas do conhecimento avaliadas são:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas tecnologias;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias.

Além destes conteúdos, o alunos também precisarão elaborar uma redação sobre um tema definido pela banca do Inep. Geralmente as temáticas tratam de assuntos sociais e que estejam em discussão na atualidade.

  • Quer tirar uma boa nota na redação? Veja nossas dicas clicando aqui.

Este ano, a prova do Enem será aplicada em duas datas, nos dias 3 e 10 de novembro (dois domingos), e mais de 6 milhões de pessoas se inscreveram para realização desta avaliação.

Quem se inscreveu no Enem 2019, e teve sua inscrição confirmada, deverá esperar até outubro para recebimento do seu cartão de comprovação com o local de prova.

Dicas de Como Fazer uma Boa Redação

Uma das maiores preocupações dos estudantes brasileiros que pretendem ingressar em cursos de universidades e institutos federais de todo o pais, está em como fazer uma redação que garanta uma boa classificação no ensino superior, uma vez que as redações exigidas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), estão entre os critérios avaliativos de maior pontuação do exame, e está aí a importância de se estudar e exercitar a produção textual deste gênero.

Quando o estudante elabora uma boa redação, ele demonstra ser capaz de argumentar com coesão e coerência e de apresentar possíveis soluções para problemas sociais diversos. Porém, muitos estudantes costumam enfrentar dificuldades para desenvolver uma redação que se adeque ao gênero textual e que seja bem estruturada, e principalmente, que promova uma discussão significativa com uma boa introdução, desenvolvimento e conclusão, características básicas deste tipo de produção textual.

Neste artigo, iremos apresentar algumas estratégias e passo a passo a ser seguido para se fazer uma redação exitosa, bem como a importância do estudante desenvolver o hábito da leitura para melhor desenvolvimento de seu repertório vocabular e ampliação de conhecimento de mundo. Confira!

A importância do hábito de ler

Uma coisa é evidente em qualquer tipo de produção textual, as leituras que fazemos acabam interferindo diretamente e de forma positiva em nossa escrita. Neste sentido, para se elaborar uma boa redação, não basta apenas saber ler, é preciso praticar o hábito da leitura constantemente.

Existem três tipos de leituras que podem ser feitas e que possuem objetivos distintos, são elas:

  1. Leitura por prazer: Esta leitura é correspondente a linguagens diferenciadas, pois serão selecionadas com base nas afinidades literárias do próprio sujeito leitor. Embora seja um leitura liberal de qualquer tipo de conteúdo, uma leitura por prazer também amplia o vocabulário e estimula a imaginação e criatividade.
  2. Leitura para fins de estudo: Este tipo de leitura costuma ser cobrada em escolas e universidades, e geralmente são as chamadas leituras obrigatórias para fins de avaliação e desenvolvimento de alguma atividade educacional. Este hábito também é importante de ser cultivado, pois possibilita ao estudante o contato com texto diversos, que talvez ele não pudesse ter contato em outro momento, por não fazer parte do seu interesse pessoal como leitor.
  3. Leitura informativa: Esse tipo de leitura também é muito importante para aqueles alunos que buscam ampliar seus vocabulários e adquirir maior conhecimento de mundo para produções de redações, pois estas costumam tocar justamente em questões atuais da sociedade em suas linhas temáticas. A leitura informativa está pautada em ler materiais como jornais, revistas, enciclopédias e demais materiais de caráter informativo.

Como podemos observar, a leitura é importante para a formação intelectual do sujeito, pois através dela é possível adquirir mais conhecimento, e em função disso, será mais fácil desenvolver argumentos e defesa de teses, como é exigido nas redações.

Veja também: Dicas para melhorar a memória.

6 Estratégias para uma boa redação

Existem algumas estratégias que podem ajudar o estudante na elaboração de uma boa redação. Confira!

  • Faça um rascunho para estruturar seu texto adequadamente

Quando recebemos uma temática para produção de redação, a primeira coisa que devemos fazer é refletir sobre todos os conhecimentos que temos sobre o assunto e estruturá-los no papel, para só depois começar a elaboração da redação em si.

Neste sentido, primeiro elabore um rascunho sobre as suas ideias e pense adequadamente o que deve ser inserido na introdução, no desenvolvimento (discussão) e na conclusão da redação.

  • A introdução deve ser escrita por último

Muitos estudantes ficam quebrando a cabeça na hora de escrever a introdução, porque creem que é o primeiro passo, uma vez que a introdução é o primeiro item do texto. Na verdade, a introdução deve ser a última coisa a ser feita, porque ela apresenta um pequena síntese do que o leitor encontrará no texto completo.

Neste sentido, é preciso escrever o desenvolvimento e a conclusão primeiro, para que assim você possa visualizar com mais clareza as ideias apresentadas e defendidas em sua redação.

  • Mantenha a impessoalidade em seu texto

Evite escrever coisas do tipo: “eu acho que…”, pois a ideia da redação é escrever sobre o tema em terceira pessoa, evitando expressões de “achismo”.

  • Leia e releia o seu texto quantas vezes forem necessárias

Para saber se as suas ideias estão expressadas com clareza, é preciso ler o texto inúmeras vezes para evitar possíveis problemas de coesão e coerência, pois este tipo de falha costuma penalizar a redação.

  • Escolha um título interessante para sua redação e que atraia o leitor

Embora inserir título não seja algo obrigatório em redações como as exigidas pelo Enem, quando inserimos um bom título, podemos atrair o leitor com maior facilidade para o nosso texto.

  • Passe a limpo sua produção quando tiver certeza que a finalizou

Quando der a sua redação por finalizada, passe a limpo e atente-se para deixar a produção escrita de forma legível ao seu avaliador.

Conclusão

Agora que você ficou por dentro das principais estratégias para elaboração de uma boa redação, o que você acha de aplicar estas dicas nas suas próximas produções?

Lembre-se que uma redação leva tempo para ser aperfeiçoada e exige muitos exercícios de escrita, e como apontado neste artigo, muitas leituras prévias de textos diversos para ampliação vocabular e construção coesa e coerente de argumentos e teses.

Como Melhorar a Memória

No nosso cotidiano recebemos uma enorme quantidade de informação e  nosso cérebro enfrenta uma árdua tarefa de reter boa parte delas. A memória é uma faculdade do nosso cérebro com capacidade de reter e recordar eventos do passado, sejam eles sensações, impressões, sentimentos ou ideias concretas. É basicamente o local onde armazenamos as nossas aprendizagens ao longo da vida, bem como aqueles conhecimentos que consideramos mais importantes e úteis.

É importante que tenhamos uma boa memória, pois é através dela que podemos reconhecer o que nos é familiar, organizar a nossa vida e nossas atividades cotidianas, e principalmente a forma como adquirimos conhecimentos em nossos estudos e mantemos esse saber em nossa mente.

No artigo de hoje adentraremos no universo da memória e conheceremos com mais detalhes o quanto é importante desenvolver a nossa memória e o quanto a falta ou presença dela afeta os nossos estudos. Confira!

Hábitos para ter uma memória melhor

Se cuidarmos as funções cognitivas de nosso cérebro teremos maior capacidade de potencializar a nossa memória para que assimile e recorde dados.

Tanto para melhor a nossa capacidade nos estudos como para retardar a deterioração do nosso cérebro, devemos treinar a nossa memória constantemente. Para isso, o mais importante é que criemos um hábito para fortalecimento da nosso memória.

Quando exercitamos o nosso cérebro e em consequência disso, a nossa memória, isso é vital, ainda que você não seja um estudante ou nem esteja trabalhando, ao exercitar a memória retardamos o envelhecimento celular de nosso cérebro.

  • A seguir, confira alguns hábitos essenciais para melhorar a sua memória:

Comer alimentos saudáveis: Uma dieta saudável e equilibrada faz com que o nosso organismo e o nosso cérebro funcionem de maneira mais efetiva.

Praticar atividades físicas: a prática de atividades físicas possibilita que o nosso organismo libere endorfinas, aliviando o nosso estresse, proporcionando bem-estar e consequentemente, fortalece a nossa memória.

Controle o estresse: como vimos, a prática de atividades físicas é importante para controle do estresse. Além disso, também recomenda-se que fiquemos distantes de situações que produzam estresse. Neste sentido, você pode praticar yoga ou mindFulness que pode ser muito vantajoso para melhorar sua memória.

Mude sua rotina: essa dica é importante para os estudantes de plantão que precisam melhorar a memória, pois muitas vezes criamos uma rotina de estudos estática que acaba nos deixando entediados e sem disposição.

O ideal é ir modificando essa rotina, o lugar de estudo, para que você consiga ter diversos estímulos cognitivos e desenvolva melhor a sua memória.

  • Quer saber mais hacks para conseguir mudar a rotina? Acesse clicando aqui.

Lembre de tudo que for possível: com o advento das novas tecnologias, nossa memória tem se debilitado em função da quantidade massiva de informações que recebemos cotidianamente, o que dificulta a retenção por parte do nosso cérebro.

Por isso, sempre que possível tente recordar as atividades e estudos realizados ao longo dia, você pode gravar o momento que fizer o feedback das atividades do dia, ou escrever apontamento sobre.

Como a memória afeta nos estudos

A memória afeta diretamente os nossos estudos, pois a mesma tem uma relação direta com a questão da atenção, que por sua vez é muito importante durante o processo de aprendizagem. A memória e a atenção se encontram relacionadas, pois parte do processo de atenção tem seu próprio princípio em recordar o que os nossos sentidos captam.

Frequentemente, associamos a aprendizagem com a memória, e de fato, no processo completo de aprendizagem e memória, ambos requerem atenção, mas então: Lembramos e logo aprendemos, ou aprendemos, logo recordamos?

Do ponto de vista cerebral, aprendizagem e memória se apoiam uma na outra. Logo, posso dizer meu nome porque eu aprendi que é dessa forma que as pessoas me conhecem. A memória afeta os estudos, principalmente daqueles estudantes que ficam presos em quantidades massivas de informações e não possuem hábitos saudáveis para estímulo da sua memória.

O que vemos atualmente, são estudantes com muitas informações à mão, como as advindas de plataformas de pesquisas como o Google ou redes sociais, mas com pouquíssima capacidade de assimilação, concentração e criticidade sobre esses conteúdos que são recebidos.

Neste sentido, para que a nossa memória trabalhe em benefícios de nossos estudos, precisaremos organizar o nosso tempo e evitar excessos, pois existem pesquisas que apontam que alunos que estudam regularmente aprendem e memorizam mais do que aqueles que estudam tudo de uma vez, sem nenhum critério.

Conclusão

Como podemos observar, a nossa memória não é algo estático, logo ela precisa ser estimulada constantemente para seu bom funcionamento. Para isso, precisamos colocar em prática os hábitos que foram listados neste artigo, principalmente em casos como os relacionados aos estudos, pois dependendo da gama de conteúdo que estejamos precisando apreender, necessitaremos estimular a nossa memória ao máximo, para que o cérebro processe com facilidade os saberes e competências novas, adquiridas durante o processo de aprendizagem.

 

 

Curso EAD de Radiologia do SENAI – (Cursos Técnicos)

O Curso de Radiologia te prepara para atuar numa área de constante expansão e elevada demanda.

O setor de saúde se beneficia com os avanços tecnológicos, mas também se beneficia com as melhorias nos equipamentos, os quais contribuem no diagnósticos de muitas doenças. Como é o caso dos equipamentos de radiologia.

E para operar esses equipamentos são necessários profissionais aptos e experientes, que os conhecido técnicos em radiologia. Esses profissional está apto a preparar e operar equipamentos radiológicos para realizar exames em pacientes.

Se você quer se profissionalizar nessa área, há os cursos disponíveis tanto no Senac quanto no SENAI e também no parceiro do Senac, o Pronatec. Você contará com uma equipe de profissionais qualificados para passar todo o conhecimento que precisa para atuar eficientemente no mercado de trabalho.

Detalhes da inscrição Curso de Radiologia SENAI

Os candidatos que querem se matricular no Curso de Radiologia precisam ter concluído o ensino médio. Ao conclui o curso, além de adquirir os conhecimentos práticos e teóricos necessários, o aluno obterá o diploma de nível técnico.

Curso radiologia senac

Se comparado a outros tipos de cursos, os cursos técnicos tem uma duração maior. Em média, o curso técnico em radiologia tem duração de 2 anos. O tempo varia de instituição para instituição.

Existem duas formas de fazer sua inscrição no curso técnico em radiologia. A primeira delas é comparecendo até a instituição com sua documentação para fazer sua matrícula.

A outra maneira é fazendo sua inscrição online no site da instituição, caso o curso esteja disponível nessa modalidade. Aqui também o aluno deverá portar seus documentos para fazer o cadastro.

Informe-se sobre as vagas disponíveis no Senac, SENAI ou também no Pronatec da sua região (o Pronatec é parceiro do Senac).

  • Acesse o endereço a seguir para ir até o site do Senac: www.senac.br.

No endereço a seguir você conhece o site do Pronatec (parceiro do Senac): www.sistec.mec.gov.br/meu-cadastro (link direto para a área de cadastro).

E para acessar o site do SENAI basta acesse o seguinte endereço: http://www.senaicimatec.com.br/.

Benefícios da Graduação de Radiologia EAD

O técnico em radiologia auxilia os médicos na detecção de doenças por meio dos exames de imagem. E o Curso de Radiologia te capacitará a operar e preparar equipamentos destinados a realizar diagnóstico por imagem, bem como a orientar o paciente quanto a posição adequada para a realização doa exame. Ao concluir esse curso de radiologia você poderá:

  • Atuar na realização de exames radiológicos convencionais, computadorizados e digitais e mamografias;
  • Fazer a aplicação de técnicas de proteção radiológica e de biossegurança;
  • Operar os equipamentos para realizar dos exames radiológicos e de diagnósticos por imagem;
  • Fazer o descarte adequado dos rejeitos referentes aos filmes de radiografia;
  • Fazer o processamento das imagens radiológicas obtidas;
  • Orientar o paciente quanto ao correto posicionamento durante os exames;
  • E também atuar no setor de radiografia industrial realizando técnicas de ensaios não destrutivos e técnicas analíticas;
  • E muito mais.

Quais as vantagens em concluir o curso técnico?

A procura por cursos técnicos vem crescendo nos últimos anos. E isso se deve ao fato de que eles ajudam a formar um profissional mais qualificado e com as habilidades necessárias para atuar com eficácia no mercado.
Fora que, é possível adquirir essa qualificação em um tempo reduzido e, assim, já conseguirem seu primeiro emprego de maneira mais rápida.

Veja mais cursos:

Os técnicos em radiologia pode atuar em clínicas, hospitais e também em unidades básicas de saúde. Como também no setor de radiologia industrial e em clínicas e hospitais veterinários.

Realizando procedimentos como: raio-x, tomografia computadorizada, mamografia, ultrassom, densitometria óssea, radiologia industrial, hemodinâmica, ressonância magnética nuclear, radiologia veterinária, radiologia odontológica e muito mais.

Curso EAD de Sobrancelha – (Curso Livre a Distância)

Se tem um setor que parece estar sempre em alta, este é o da beleza. Pode reparar: independente de crise, setores como os de cosméticos, ou de profissionais específicos como os cabeleireiros, estão sempre com uma ótima clientela.

E, por isso, um dos destaques nesse ramo é o das sobrancelhas (mais precisamente, o designer de sobrancelhas), que, sim, tem curso gratuito oferecido pelo Senac, e que pode ser muito útil pra você que deseja uma renda extra fazendo relativamente pouco.

Como funciona o curso de Sobrancelha do Senac

Existem dois pontos a serem levados em consideração quando o assunto é designer de sobrancelhas: a inovação nos serviços e as particularidades dos profissionais da beleza. Ambos os aspectos se tornam indispensável em salões, clínicas de estética e até mesmo quando o atendimento é a domicílio.

O profissional que trabalha diretamente com designer de sobrancelhas tem espaço garantido nesses salões, e ainda considerado uma ótima aposta profissional para o futuro. E essa importância se deve porque o designer das sobrancelhas pode ressaltar bastante o rosto de alguém, ressaltando a sua personalidade e a sua identidade visual. É por isso que esse profissional anda sendo tão requisitado.

Design de sobrancelha

Digamos que, especificamente, a procura por esse profissional se intensificou de uns três anos pra cá, e sua tendência é crescer, como muitos outros profissionais na área de beleza. Até quem já trabalha nesse ramo, e quer se profissionalizar ainda mais, agregando mais serviços prestados, vem fazendo cursos de designer de sobrancelhas com ótimos resultados.

Bom lembrar que com o certificado de seu curso pelo Senac, você pode trabalhar em qualquer salão ou clínica de estética, mas, você também pode trabalhar de maneira autônoma, montando um salão na sua própria residência, ou até mesmo atendendo os seus clientes em suas casas.

O que é preciso para fazer o Curso Sobrancelha?

Antes mesmo de fazer o curso gratuito pelo Senac, é bom você verificar se tem as características necessárias para trabalhar nesse ramo da beleza. Um deles é o visagismo, ou seja, a capacidade de fazer transbordar nas aparências das pessoas suas qualidades e atributos estéticos, usando, entre outras coisas, o designer de sobrancelha. Mas, não é preciso nem dizer que, para ter esse atributo, é necessário ser um observador astuto e sagaz, não é?

Veja mais cursos:

Além disso, o profissional dessa área precisa ter bastante senso estético (óbvio) e ser detalhista, afinal, é bom lembrar que um bom designer de sobrancelha faz essa parte do corpo se integrar perfeitamente às características do rosto de uma pessoa, e não fazer sobressaltar a sobrancelha em si, o que ficaria esteticamente feio.

Design de sobrancelha

Por fim, podemos dizer que um designer de sobrancelhas precisa ter algo essencial a todo e qualquer profissional que trabalha com beleza, que é sendo de organização. Seja nos materiais usados no salão, até a própria técnica aplicada nas sobrancelhas, ele precisa ser paciente e organizado para fazer com que a clientela saia imensamente satisfeita com o resultado.

Curso de Sobrancelha SENAC EAD e Presencial – Quais os benefícios?

Um profissional de sobrancelhas trabalha em três estágios de um modo geral. O primeiro deles é justamente a aplicação do próprio designer das sobrancelhas, estudando qual é o melhor formato que elas devem ficar através do visagismo, levando em consideração alguns fatores essenciais, como linhas de expressão, tipos de fios, densidade de fios, cor e simetria fácil.

O segundo estágio consiste em basicamente fazer com que a sobrancelha mantenha a sua forma, mantendo, assim, uma boa aparência no rosto de uma pessoa. É daí que surge o segredo para um bom visual. Para que essa função seja plenamente realizada, alguns fatores ajudam bastante, como limpeza, reaplicação do designer, hidratação, e finalização.

O último estágio desse profissional consiste em fazer a correção das sobrancelhas, através de alinhamento, desondulação dos fios, entre outros serviços para deixar esse aspecto a perfeição.

Curso de Sobrancelha Senac – Como Fazer a Inscrição

Interessado? Então, basta fazer o curso gratuito pelo Senac, incluindo aí participação com bolsas de estudos, através do site do Senac, ou em algumas de suas unidades. Lembrando ainda que você precisa ter 18 anos, e ir munido dos seus principais documentos (RG e CPF).

Curso de Enfermagem – Online e Presencial pelo SENAC

Tornar-se enfermeiro é muito trabalho, mas o treinamento disponível lhe dá experiência prática para torná-lo o mais preparado possível para iniciar sua carreira. O treinamento de enfermeira é fornecido pelas instituições de ensino. Os estudantes normalmente passam metade do tempo nas instituições estudando o lado acadêmico da enfermagem e metade do tempo em estágios aprendendo aspectos práticos da enfermagem.

Isso faz com que um grau de enfermagem exclusivo para outros cursos universitários, como muito do seu tempo é gasto experimentando o trabalho em primeira mão. E mesmo aqueles que não estejam bem financeiramente, a instituição oferta bolsas de estudo para que possam realizar essa qualificação profissional. Leia até o final e conheça mais sobre o curso de enfermagem Senac EAD. Aprenda como se inscrever abaixo!

Como se inscrever no Curso Gratuito Técnico em Enfermagem 2018

Efetuar a inscrição no curso de Enfermagem Senac é bem simples, veja como:

  1. Vá ao site www.senac.br, e aparecerá um mapa no qual você irá escolher o seu estado de origem;
  2. Já na side de sua localidade, clique na opção “Saúde”;
  3. Chegando lá, clique em “Enfermagem”;
  4. Escolha o local que você irá fazer o curso;
  5. Logo após, informe seus dados no formulário de intenção de vaga.

Curso enfermagem senac

A conclusão da matrícula é concluída no local (Senac) que fará o curso. Lá, você (caso se inscreva) irá ter que levar os documentos obrigatórios, e confirmará a conclusão da matrícula. Enquanto isso, as pessoas que tem a necessidade em concorrer as vagas gratuitas do curso de enfermagem Senac devem seguir os seguintes passos:


Passo 1 – Ir no site do Senac;


Passo 2 – Escolher a opção “Programa Senac de Gratuidade”;


Passo 3 – Ver no edital as datas e cursos disponíveis, e seguir os procedimentos informados.


Esse programa oferece gratuidade para trabalhadores ou desempregados, que tenham renda familiar de até 2 salários mínimos, e que cursaram o ensino básico.

Outros cursos:

Conheça o Curso de Enfermagem EAD

Você como um enfermeiro estudantil receberá veiculações em várias configurações em todo o seu curso. O objetivo destes é dar-lhe uma visão em todos os diferentes tipos de enfermagem. Na qualificação, você deve ter alguma idéia de qual área de enfermagem você quer trabalhar .É importante ter em mente que você aprenderá algo de todas as suas veiculações e sempre terá a mente aberta.

Os cursos podem ter de 5 a 10 meses ou mais. Enquanto na colocação você será obrigado a exercer funções de enfermagem, bem como observar os procedimentos, a fim de construir suas habilidades e conhecimentos. Espera-se que você aja de maneira profissional e se envolva com o restante da equipe para aproveitar ao máximo seu tempo com eles.

Curso enfermagem

Em cada colocação, os alunos recebem um “mentor de enfermagem”, que será responsável por garantir que você alcance todos os seus resultados de aprendizagem. Essa pessoa será uma enfermeira qualificada que tenha concluído um curso de orientação. Eles também serão a pessoa que avalia você na colocação. Você passará um tempo um-a-um com seu mentor em intervalos regulares e seus turnos devem ser os mesmos que os deles, sempre que possível.
Veja mais cursos:

Vale a pena fazer Enfermagem EAD?

Vale muito a pena! O curso de enfermagem Senac EAD atende a todos os critérios dos órgãos reguladores da profissão (COREN) e também no Ministério da Educação (MEC)), e tem validade em todo território nacional. E na etapa de conclusão do curso o discente é encaminhado a estágios supervisionados. No mais a  impressionante infraestrutura do Senac, que conta com áreas de vivência, restaurantes, salas climatizadas e que contam com os mais qualificados equipamentos para os instrutores ministrarem suas aulas.

Garantir uma formação a mais ou qualificação na área de saúde é sem dúvida uma ótima escolha, levando em consideração o quanto setor de saúde fatura. Faça sua matrícula no curso de enfermagem Senac, e fê um upgrade no seu currículo.

Curso EAD de Corte e Costura – Online e Presencial

Você adora costurar e fazer os mais lindos modelos? Quer se aperfeiçoar no ramo para obter uma renda-extra mensal ou ainda para garantir uma distração super gostosa? Então, saiba que diversos sites e locais contam com cursos de corte e costura, para que você possa se profissionalizar nessa área e conquistar o seu sucesso! Com o curso de corte e costura você vai aprender a cortar e costurar de uma forma super simples, fácil e rápida!

Com o curso de corte e costura você poderá produzir lindas peças de vestiário e conquistar toda uma clientela, para garantir aquela renda extra no final do mês! Saiba que com o curso de corte e costura você aprenderá a preparar o tecido, a como comprar tecidos, como reconhecer o avesso do tecido, como trabalhar com tecidos mais delicados, como colocar etiqueta na peça, e muito mais!

Como funciona o curso de Corte e Costura do senac

Esse curso dura em torno de 28 dias. Geralmente tem uma carga horária de 3 a 4 horas diárias de aula, e são realizadas em dias úteis. Os alunos só receberão o certificado caso seja aprovado nas etapas estipuladas pelo curso.

Curso corte e costura senac

As aulas são divididas em atividades teóricas e práticas, e são ensinadas informações relacionadas ao mercado da costura, como:

  • Ambiente de trabalho nessa área;
  • Tipos de costura;
  • Técnicas de corte;
  • Como fazer bordados, crochê, entre outros.
O Senac disponibiliza o material didático, e é necessário interação nas aulas teóricas. Todos as técnicas serão demonstradas também como é feito na realidade.

Curso de Corte e Costura Grátis – Como Fazer a Inscrição

Efetuar a inscrição no curso de barbeiro Senac é bem simples, veja como:

  1. Vá ao site www.senac.br, e aparecerá um mapa no qual você irá escolher o seu estado de origem;
  2. Já na side de sua localidade, clique na opção “Cursos”;
  3. Chegando lá, clique em “Moda”;
  4. Após entrar na sessão “Moda” procure por “Costureiro”;
  5. Escolha a unidade que você irá fazer o curso;
  6. Logo após, informe seus dados no formulário de intenção de vaga.

A conclusão da matrícula é realizada no local (físico) que fará o curso. Lá, você (caso se inscreva) irá apresentar documentos obrigatórios, e confirmará o início do curso. Enquanto isso, as pessoas que tem a necessidade em concorrer as vagas gratuitas do curso de barbeiro Senac devem seguir os seguintes passos:


Passo 1 – Ir no site do Senac;


Passo 2 – Escolher a opção “Programa Senac de Gratuidade”;


Passo 3 – Ver no edital as datas e cursos disponíveis, e seguir os procedimentos informados.


Esse programa oferece gratuidade para trabalhadores ou desempregados, que tenham renda familiar de até 2 salários mínimos, e que cursaram o ensino básico.

Outros cursos:

O Senac disponibiliza também uma plataforma virtual para cursos à distância (EAD), confira mais no site: www.ead.senac.br.

O que é preciso saber sobre Curso Corte e Costura SENAC?

O crescimento desta área só está em crescimento, é ótimo para as pessoas que desejam se firmar no ramo formal as empresas do segmento têxtil, mas também para os que irão se aventurar no ramo informal é um dos cursos que mais oferece capacidade e conhecimento.

Curso corte e costura senac

Um dos grandes diferenciais do Curso de Corte e Costura SENAC é as aulas ofertadas em sua totalidade prática, ou seja, o aluno aprende fazendo o que mais ama, lembrando que o curso possui disciplinas para aprimoramento e para iniciantes.

O conselhos aqui citados o ajudarão a alcançar um maior sucesso na abertura do seu próprio negócio, assim como, os produtos utilizados no ofício e equipamentos de qualidade para se obter um melhor atendimento.

Veja mais cursos:

Essa profissão ainda não possui um piso salarial. Isso dificulta a estipulação de uma média salarial. Mas os lucros obtidos por esse negócio, assim como em qualquer outro, há variações, mas de um forma geral podem chegar até R$: 3.000, para quem se especializa mais esses valores tendem a subir.

Curso de Corte e Costura Senac – Quais os benefícios?

O curso Gratuito de Corte e Costura Senac a cada turma vem entrando em atualização da profissão como um todo. Para os profissionais que já estão nesse mercado, é o momento de conhecer novas técnicas, que só irão agregar a sua experiência. Já as pessoas que estão a procura do primeiro emprego, começará com diferencial de possui um certificado do Senac.

Muitos tem o desejo em trabalhar no mundo da moda, e encontrará no curso de corte e costura Senac uma ampla fonte de conhecimento. Optar por essa qualificação é o passo certo para quem sonha em voos mais altos.

Curso EAD de Marcenaria – Online e Presencial

O curso de marcenaria não é nem de longe o curso mais procurado, mas que ele consegue abrir muitas portas no mercado de trabalho atual, isso ninguém pode negar.

O curso de marcenaria é interessante principalmente porque possibilita um leque de oportunidades para o profissional que adquire experiência nessa área.

Se você já conhece ou tem interesse e deseja conhecer um pouco mais sobre a marcenaria e o que faz um marceneiro, dá uma olhada nesse conteúdo e descubra tudo sobre essa profissão.

Curso Profissionalizante de Marcenaria

Nenhuma empresa está aceitando profissionais que não estejam realmente habilitados para desempenhar as funções necessárias de cada profissão. É necessário ter conhecimento prático e teórico para se destacar no atual mercado de trabalho.

Os cursos profissionalizantes são uma oportunidade para pessoas que desejam melhorar seus serviços ou aumentar as chances de ser contratadas sem precisar fazer um curso de nível superior.

Curso marcenaria senai

A instituição que mais oferece cursos profissionalizantes atualmente é o SENAI, lá você encontra cursos em diversas áreas.

Um dos cursos mais procurados no SENAI é o de marcenaria, mas nem todo mundo sabe do que se trata esse curso. Você já ouviu falar em marcenaria? sabe o que faz o profissional dessa área?

Se você tem interesse no curso de marcenaria, mas deseja conhecer mais sobre o curso e essa profissão, me acompanhe nessa leitura e saiba mais.

O que é a Marcenaria?

A marcenaria é um ofício que existe a séculos e desde sempre ele tem sido essencial para criar objetos e instrumentos utilizando a madeira como material.

Como sabemos, os móveis, escadas e outros instrumentos de madeira eram muito presentes em casas e casarões antigamente, mas isso não significa que essa profissão ficou ultrapassada.

O profissional da marcenaria – o marceneiro – é muito requisitado, por isso, muitas pessoas viram nesse curso, uma oportunidade de obter conhecimento em uma nova área e ganhar dinheiro com isso.

  • Compensado;
  • Aglomerado;
  • MDF;
  • Fórmica;
  • Folhas de madeira.

Mercado de Trabalho

Os marceneiros são profissionais que podem ser requisitados nas mais diversas áreas.

O mercado de trabalho para esses profissionais não poderia ser melhor. O marceneiro pode trabalhar junto de arquitetos, designers de interiores, fazendo e vendendo obras de arte, como esculturas e molduras para quadros.

As possibilidades para esse profissional são muitas, dessa forma, pode se dizer que o mercado atual é totalmente favorável para esse profissional e possibilidades de atuação são o que não faltam.

Vale a pena fazer o curso?

Você está interessado no curso de marcenaria, mas ainda possui dúvidas sobre esse ser ou não o curso ideal para você? calma.

É muito comum ver pessoas com esse tipo de indecisão, afinal, todo curso profissionalizante que você fizer será um diferencial no seu currículo, então é muito importante escolher os cursos certos.

Curso marcenaria senai

Além das inúmeras possibilidades que o atual mercado de trabalho oferece para esse profissional, o curso de marcenaria SENAI oferece a possibilidade de crescer profissionalmente, pois prepara profissionais de forma integral.

Ter um certificado de especialização SENAI pode ser um grande diferencial no seu currículo, já que essa é uma instituição reconhecida em todo o território nacional.

Quem pode fazer o curso?

Para fazer o curso de marcenaria SENAI, não é necessário cumprir muitas obrigações, os requisitos mínimos envolvem ter a idade mínima de 16 anos e conhecimentos equivalentes ao ensino fundamental completo.

Não é necessário nenhum conhecimento ou formação específica para poder se matricular no curso de marcenaria SENAI, as matrículas são abertas para pessoas de todas as regiões e classes sociais, incluindo homens e mulheres.

Conteúdo do curso

O curso de marcenaria SENAI é completo e todo o conteúdo do curso está de acordo com as normas da ABNT.
veja abaixo o conteúdo programático do curso:

  • QSMS- Qualidade, segurança, meio ambiente, saúde – 16 horas;
  • Acabamento e envernizamento de móveis  – 24 horas;
  • Básico de marcenaria – 80 horas;
  • Montagem de móveis convencionais – 20 horas;
  • Noções de leitura e interpretação de desenho de móveis e esquadria – 20 horas;
  • Operador de máquinas para madeira – 40 horas;
  • Confecção de móveis – 100 horas.

Cursos Relacionados: Operador de máquinas de marcenaria

Se você tem interesse no curso de marcenaria SENAI, então talvez o curso de operador de maquinas de marcenaria também possa ser do seu interesse.

Como o nome já infere, esse curso tem como objetivo, promover a especialização de profissionais quanto a operação de maquinas de marcenaria.

As máquinas da marcenaria são complexa e podem ser perigosas para aquelas que não sabem a forma correta de operá-las, dessa forma, o curso de operador de maquinas de marcenaria é essencial para você que deseja atuar na área.

Esse curso tem como objetivo, capacitar profissionais para operar máquinas e equipamentos convencionais de marcenaria, respeitando procedimentos e normas técnicas, ambientais, de qualidade, de saúde e de segurança.

Os requisitos mínimos para esse curso envolvem a idade mínima de 17 anos e o ensino fundamental I (1º ao 5º ano).

Conclusão

Gostou do curso de marcenaria do SENAI? além de completo, esse curso também oferece uma formação integral, cujo objetivo é formar profissionais capacitados para atuar, de forma a oferecer seus serviços atualizados com as exigências do mercado atual.

Curso marcenaria senai

Para conhecer mais sobre o curso e também sobre as atividades exercidas pelo marceneiro, acesse o portal do SENAI do seu estado para adquirir mais informações sobre novas turmas, valores do curso e mais.

Vale ressaltar que o curso de marcenaria e de operador de máquinas de marcenaria são cursos diferentes, logo, será necessário adquirir informações sobre ambos os cursos de forma separada.

A seguir o link para os cursos de marcenaria e operador de máquinas de marcenaria SENAI: http://www.senai.br/